sexta-feira, 24 de junho de 2011

LOUIS VUITTON, nome que se tornou referência de estilo, era de uma família de carpinteiros e conquistou a aristocracia com sua arte


Eu sempre gostei de falar sobre a história da moda. Hoje, com a globalização, o capitalismo e o desejo de estar sempre em sintonia com a atualidade, nós esquecemos que antes dessas grifes passarem a ser controladas por poderosos grupos de gestão, elas tiveram um início despretensioso, formado por pessoas que se uniam para trabalhar para tirarem o próprio sustento.
Vuitton é sinônimo de Poder. A Paris das festas imperiais é o mundo no qual surgiu a Louis Vuitton.
Louis Vuitton tem 16 anos quando ingressa como aprendiz na casa de Monsieur Marechal, um dos artesãos mais reputados desse métier. Na época, as bagagens de viagens eram transportadas em pesados cofres , colocados na parte externa dos veículos. Curiosamente, um homem simples, que jamais teria condições de viajar, cria baús com um novo design, introduz materiais e revestimentos que trazem mais proteção às bagagens e ao seu conteúdo. Ao empreender essa sequencia de inovações, Louis Vuitton inaugura uma nova profissão, a de malletier. Com ela, orá revolucionar a arte de viajar.
CAMINHAR É PRECISO...Louis nasceu em 1821, no pequeno vilarejo de Anchay, na região de Franche-Comté, próxima à fronteira com a Suíça. Todos os Vuitton eram marceneiros. Com eles, Louis aprendeu o ofício, mas não quis reproduzir a tradição da família há seis séculos. Aos 14 anos decidiu tentar a sorte na capital. Como não tinha recursos, resolveu empreender a viagem a pé. Foi uma epopéia: caminhou durante um ano e percorreu 400 km para chegar a Paris. Trabalhou em vários locais, sempre usando suas habilidades com a madeira.
O PODER DO LUXO
Louis Vuitton cai nas graças da imperatriz Eugenie-a elegante e culta Eugenia de Montijo, mulher de Napoleão III. O brilho do trabalho dele ganhou nome entre a aristocracia e reconhecimento entre os grandes costureiros. Corre o ano de 1854 e aos 33 anos, ele abre sua própria maison, nas proximidade da Place Vendôme.
ONTEM, HOJE E SEMPRE...
Dos baús funcionais às bolsas modernas, todas as peças foram desenvolvidas de forma a antecipar desejos.
VITRINE DE TALENTOS...
a galeria de artistas emprestando seus nomes para a LV fazer arte...era época de Monet, Renoir, Pissaro, Sisley, Cézanne e Degas, o tempo os tornaria mestres do impressionismo.
E o momento presente vocês já conhecem e provavelmente já imaginam o futuro.
TODA IMAGEM CONTA UMA HISTÓRIA


Um comentário:

  1. Muito Legal Mallan,
    Estou fazendo uma pesquisa sobre essa marca para faculdade, se puder me mandar algumas informaçoes como essa que acabei de ler , agradeço. David

    ResponderExcluir